Aguarde por favor...

5 passos fundamentais para contratar o plano de saúde ideal para seus funcionários

25 de janeiro de 2017 by admin0
plano-de-saude-empresarial.jpeg

O plano de saúde empresarial passou a ser um grande aliado dos gestores de RH e dos empreendedores. Esse benefício é, hoje, uma ferramenta para atrair e reter talentos para as empresas e fonte de motivação das equipes que, sabendo que, se precisarem, poderão contar com o plano de saúde, trabalham mais motivadas e com maior produtividade. De fato, conforme pesquisa, o plano de saúde empresarial é o benefício mais valorizado pelos brasileiros.

Para micro e pequenas empresas, ele pode ter um impacto ainda maior, uma vez que essas organizações contam com times mais enxutos e, quando um funcionário falta ou se afasta por estar doente, o prejuízo dessa ausência pode ser bem maior do que o valor que a contratação do plano de saúde empresarial acarretaria.

Dada sua importância, a contratação deve ser bastante cuidadosa. Veja, no post de hoje, os passos essenciais para escolher o plano de saúde empresarial mais adequado para seus funcionários.

plano-de-saude-empresarial

1° – Decida qual será o operador

No Brasil, há 1.340 operadoras ativas e de diferentes tipos: cooperativas (a Unimed é uma das mais conhecidas; nesse modelo, normalmente, o funcionário realiza consultas apenas com médicos da rede da cooperativa, e ele costuma oferecer valores de planos mais acessíveis), assistências médicas (a Amil é uma das mais populares; normalmente oferecem ao funcionário uma rede referenciada de médicos ou a livre escolha do profissional com opção de reembolso) e seguradoras de saúde (que oferecem aos usuários, além da rede referenciada, a livre escolha do local de consulta, normalmente com reembolso possível).

Para facilitar sua decisão, é importante sempre consultar se o operador possui algum tipo de restrição junto à ANS (agência responsável por regular os planos de saúde), a idoneidade (consulte, por exemplo, o site Reclame Aqui para verificar se há queixas de usuários contra a empresa e o IDSS – Índice de Desempenho da Saúde Suplementar, levantamento realizado pela ANS para avaliar o desempenho dos operadores) e como é a capilaridade dele na região de atuação de sua empresa (se houver funcionários alocados em diferentes estados, é importante verificar se há opções de atendimento nesses locais; entretanto, se sua empresa atua apenas em um estado, a escolha de um operador regional pode oferecer valor mais acessível).

2º: Fique atento à rede referenciada

A rede referenciada de hospitais é um dos itens que mais impactam no valor do plano de saúde empresarial. Verifique se há opções próximas à sede de sua empresa e demais locais em que haja funcionários trabalhando.

Além disso, avalie o histórico de mudanças nos parceiros da rede, se houver alterações com frequência, esse pode ser um ponto negativo do operador e que poderá gerar insatisfação de seus funcionários.

3º: Conheça qual é o nível de reembolso do plano de saúde empresarial

Independentemente do tipo de operador escolhido, é importante saber seu posicionamento sobre a situação, muito comum, de um funcionário preferir realizar consultas ou procedimentos médicos com seu profissional de confiança – e que pode não estar cadastrado na rede credenciada do plano.

O ideal é contratar um plano de saúde empresarial que tenha flexibilidade e permita essa opção – e que não tenha um procedimento muito complexo ou burocrático para reembolso. Conheça e deixe claro aos funcionários, posteriormente, qual será o valor restituído nessa situação.

4º Avalie se a coparticipação é uma boa opção para sua empresa

A cobrança de determinado valor para os procedimentos utilizados dentro do plano caracteriza a coparticipação.

Esse modelo faz com que o colaborador tenha mais consciência na hora de marcar procedimentos e costuma apresentar um valor reduzido na contratação, porém gera um volume maior de trabalho para a equipe de RH de sua empresa, que precisará, ao receber a fatura do plano, agendar a cobrança em folha de pagamento. Avalie os prós e os contras e defina se esse modelo é o ideal para sua empresa e seus funcionários.

5º Determine se o plano será compulsório

Plano de saúde empresarial compulsório é aquele que envolve todos os funcionários da empresa (com exceção dos que já tiverem plano próprio, mediante comprovação). Essa opção, normalmente, oferece um valor individual menor, mas exige que 100% dos colaboradores (incluindo sócios) estejam contemplados na contratação. Verifique se essa é a melhor opção para seu caso.

Na hora de escolher o plano de saúde empresarial, é preciso avaliar uma série de fatores. Portanto, é importante não tomar essa decisão baseando-se apenas em valores de contratação. Lembre-se de que essa escolha terá impactos no longo prazo em suas políticas de RH e como atrativo para atração e retenção de talentos.

Você ficou com alguma dúvida sobre como contratar um plano de saúde empresarial adequado à realidade de sua organização? Deixe uma mensagem nos comentários!


Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *


logogrupothapymarbranca

O grupo Thapymar está presente no mercado há 22 anos. Inicialmente iniciou suas atividades na cidade do Rio de Janeiro com foco exclusivo na comercialização de planos de saúde. Graças a sua seriedade e compromisso com o cliente, a Thapymar vem crescendo de maneira acelerada desde a sua fundação, se tornando hoje uma referência no mercado de planos de saúde e seguros em todas as cidades onde atua.

© Grupo Thapymar 2017. Design by WebMakers